Google

Carregando...

29 de out de 2012

Blogueiro português em visita à Longines - Suiça

O blogueiro português Fernando Correira de Oliveira  narra sua visita à sede da Longines em St. Imier, Suiça, durante as comemorações de 180 desta prestigiosa marca do grupo Swatch.

Este post, recheado de fotos, nos proporciona uma deliciosa viagem no tempo, acompanhando o desenvolvimento desta região e da marca Longines.


15 de out de 2012

O preço do luxo no Brasil - Marcas investem na redução dos lucros

Quem gosta de relógios já conhece a diferença entre os preços cobrados no Brasil e os preços nas lojas (físicas e online) no exterior.
Um cálculo rápido que eu faço é o seguinte:

  • Produtos mais baratos - a proporção é de 6 para 1, quero dizer: um relógio de 200 dólares nos Estados Unidos, é vendido em média por 1.200 reais aqui no Brasil.
  • Produtos mais caros - a proporção é de 3 para 1, ou seja: um relógio de 3.000 dólares nos EUA é vendido em média por 9.000 reais no Brasil.
Para reduzir esta diferença, muitas empresas que atuam no segmento de luxo estão abaixando suas margens de lucro, para atrair os consumidores que normalmente preferem fazer suas compras no exterior.

Na reportagem da revista Veja São Paulo de 5/10/2012, há o exemplo da Panerai que reduziu a diferença dos preços para apenas 13%. Considerando que a compra no Brasil está coberta por todas as garantias do código de defesa do consumidor, vale a pena comprar localmente. O modelo indicado na reportagem (Panerai Base) pode ser encontrado por R$12.400 no Shopping JK Iguatemi e por US$4,595 na Jomashop.

Outra empresa apostando no mercado brasileiro é a Omega, que terá boutiques próprias no país com o objetivo de acelerar a oferta dos seus lançamentos, a preços mais competitivos, conforme divulgado pela Isto É Dinheiro em agosto deste ano.


Relógio Luminor Base, da Panerai

Preço em São Paulo (em reais): 12.400
Preço no exterior* (em reais): 10.910

DIFERENÇA: 13%

10 de set de 2012

A coleção de relógios de Vladimir Putin

Este assunto foi tema de reportagem recente da revista Veja e este interessante artigo do Daily Mail é ricamente ilustrado com alguns relógios da coleção particular do presidente russo Vladimir Putin; segundo o artigo, a coleção está avaliada em mais de 450 mil libras esterlinas, seis vezes o salário anual do presidente.
A coleção tem ítens fantásticos, como este Tourbograph da manufatura alemã A. Lange & Söhne:

A ABC News chama a coleção de "extravagante"  (será pelo valor das peças ?) e a compara com o relógio Jorg Gray de 350 dólares do presidente Obama: 


Extravagante ou não, questões políticas à parte, Putin tem realmente um ótimo gosto para relógios, como Blancpain, Patek Phillipe...

Aproveite para assistir a este espetacular video sobre o Pour Le Merit da A. Lange & Söhne.


2 de ago de 2012

Tissot PRS 516 Automatico

À primeira vista, sinceramente, o Tissot PRS 516 me pareceu muito feito, mas o preço já tinha atraído minha atenção- considerando ser um autêntico Tissot automático.


Depois de alguns minutos com ele no pulso, pude perceber o quanto é confortável, com ótima legibilidade e com um aspecto vintage muito agradável.

Esta versão do PRS 516 está com display branco, sem crono, pulseira em couro preto com os tradicionais furos da série 516 e está equipado com mecanismo ETA 2836. A tampa traseira em safira revela o acabamento que lembra um volante de um automóvel esportivo.  O PRS 516 também está disponível em várias versões, por exemplo, com display preto, com crono, pulseira de ação e outras.

Os primeiros modelos da linha PRS (Particularly Robust and Sporty) foram lançados na década de 1970, com um design associado aos carros mais esportivos da época, e são produzidos com grande sucesso até hoje, atendendo a um público fiel que busca qualidade e preço justo.

20 de jun de 2012

Orient Automático CFT01004B

Depois de algum tempo sem novidades, volto a postar sobre este hobby (vício) que é o mundo dos relógios automáticos.
Passeando pelo shopping a alguns meses não resistí quando ví este Orient na vitrine da Casa Tokyo; foram algumas semanas de namoro e pronto, já estava no meu pulso.


O Orient CFT01004B (ou CFT00004B) possui mostrador de reserva de carga (power reserve) e um mostrador semi-skeleton. O cristal e o fundo são de safira. A hora é ajustada pela coroa da esquerda, sendo que a coroa da direita ajusta a régua de cálculo interna. O relógio é muito confortável, com tamanho e peso adequados.
A legibilidade das horas, no entanto, é muito prejudicada pelo mostrador aberto e pela régua interna.
Review no forum WatchUseek com ótimas fotos: http://forums.watchuseek.com/f306/orient-cft00004b-224041.html
Review no Youtube:



26 de jul de 2011

Um passeio fotográfico pela Officine Panerai

Nessa excelente reportagem fotográfica realizada por John B. Holbrook, II, em 2009, temos a rara oportunidade de passear por uma fábrica de relógios de luxo, no caso a Officine Panerai (parte do grupo Richemont International).






Um vídeo capaz de te fazer chorar de emoção

Como é possível um vídeo sobre um relógio, uma máquina inanimado e sem alma, emocionar alguém ?
Mas a A.Lange & Söhne conseguiu, sem sombra de dúvida, basta assistir a este espetacular vídeo sobre o Pour Le Merit. São 3 minutos de pura emoção (para os aficcionados).


24 de jul de 2011

Pulseiras e fechos

A pulseira é fator determinante do prazer e do conforto ao usarmos um relógio; o conjunto caixa + pulseira + tipo de fecho deve ser um conjunto perfeito, de alta qualidade.
Possuo um Tissot PRC200 com pulseira de couro e fecho deployant (vide abaixo) que é desconfortável e me incomoda muito; provavelmente devido ao meu pulso fino (16.5cm). Troquei por uma pulseira de aço - muito confortável - cujo brilho "rouba" o visual do relógio, simplesmente não combinou (ver matéria sobre Mont Blanc na revista Pulso de julho/agosto de 2011, exatamente o mesmo caso da pulseira não combinar). Recentemente também desistí da compra de um Longines devido ao fecho deployant.
As pulseiras mais comuns são as de couro, de metal (aço, ouro, titânio), borracha e tecido (como nylon ou lona). Atenção: pulseira tem tamanho (comprimento e largura); não deixe de verificar isso ao comprar seu próximo relógio.
Entre os fechos temos os modelos buckle (como nos cintos) e os deployant; os buckle são mais simples e usados em couro, tecido e borracha; os deployant, a princípio, são mais seguros (por isso mais comuns em relógios de padrão mais elevado) e encontrados em pulseiras de couro, borracha e metal.

Modelo de fecho buckle:

Modelo de fecho deployant simples:

Modelo de fecho deployant duplo:

Modelo de pulseira de borracha:

Modelo de pulseira de metal:

Onde comprar pulseiras e fechos de reposição:


(observação: não sou afiliado a nenhum dos endereços acima, nem sou cliente dessas empresas).


17 de fev de 2011

Conecte-se às suas marcas favoritas no Facebook

Para acompanhar todas as novidades sobre suas marcas de relógios favoritas, participar de concursos e sorteios nada melhor e mais fácil que o facebook. Com um clique, torne-se fã das principais relojoarias do mundo, entre elas:

3 de fev de 2011

Tamanho do pulso x tamanho do relógio

Esta dica veio do forum Relógios & Relógios: a Emporio Armani colocou em seu site uma escala de tamanho de relógios, que pode ser impressa e os modelos recortados para ver como ficam no pulso.

Seu pulso mede 16.5cm; será que um relógio de 44mm fica grande ? Acesse o site da Emporio Armani e imprima a folha com os modelos.

26 de nov de 2010

Champion - Troca pulseiras coloridas

Vou investir alguns linhas para comentar sobre a nova "onda" entre as crianças e adolescentes, os relógios Champion em que as pulseiras coloridas podem ser trocadas e combinadas em milhões de opções; os relógios não são novos, já estiveram na moda a algumas décadas, mas agora voltaram com força total.
Quem tem criança em casa, ou comprou ou ainda vai comprar um Champion como esse:
Meninos e meninas de todas as idades imploram por esses relógios; e pior, depois imploram para ganhar (ou comprar com suas mesadas) mais pulseiras para a coleção.
Eu mencionei "investir" no início do texto pois acredito que estejamos formando uma nova geração de consumidores de relógios e, espero, mais preocupados com a qualidade; infelizmente "qualidade" não é forte destes Champion; o pino da coroa é de material mole e entorta-se facilmente; em um relógio voltado para o mercado infantil, esse ítem deveria ser reforçado (minha filha fez uma pesquisa em sua turma na escola e confirmou que 100% dos Champion estão com os pinos tortos ou quebrados).

25 de nov de 2010

Como é feito um relógio (video da Orient)

São 5 minutos de puro prazer, para quem gosta de relógios mecânicos, com o oferecimento da Orient Japan.

O relógio ideal (ou "o próximo relógio")

Faz apenas alguns meses que eu passei a me interessar mais por relógios, ler bastante sobre o assunto, acompanhar diariamente alguns forum, colecionar catálogos de marcas sofisticadas e nesse tempo também comprei (alguns) relógios; considero que fiz algumas boas escolhas e outras nem tanto, mas valeu pelo aprendizado.
Com alguns relógios mais baratos (mas não de má qualidade) aproveitei para fazer test-drive, avaliando o tamanho, modelo, conforto e outras características, identificando o que se adaptava ou não ao meu perfil e estilo de vida.
Agora, me considero apto a estabelecer os critérios mínimos para uma compra que me traga satisfação, entre eles:

  • Movimento: mecânico, automático ou manual em alguns casos; ninguém sabe explicar, mas a sensação de usar um automático é muito melhor que a de usar um quartzo; um relógio mecânico pode ficar 10 anos numa gaveta que, dando corda, ele volta a funcionar; o quartzo precisaria ser levado a uma loja para troca da bateria e talvez não funcionasse mais;
  • Hack, para travamento do segundeiro quando a coroa está puxada;
  • Coroa rosqueada;
  • Tamanho: de 40 a 42mm; até 44mm em alguns casos, dependendo do relógio (como os Panerai);
  • Formato: a princípio redondo, mas não descarto outros modelos;
  • Vidro: safira; no mínimo dos mínimos o Hardlex da Seiko; vidro riscado ninguém aguenta;
  • Caixa: aço inox; titânio é muito bonito, leve e não é frio, mas  não aceita polimento quando risca; ouro só para os milionários; sobre cerâmica e PVD ainda não posso opinar;
  • Pulseira: aço inox (apenas se houver ajuste para meu pulso de 16.5cm); couro ou borracha; se possível com sistema de troca rápida de pulseiras;
  • Numerais: de preferência arábicos, ou sem numerais dependendo do estilo do relógio;
  • Data, no mínimo o dia do mês;
  • Origem: Swiss Made ou Made in Japan; excessão para alguns japoneses montados no Brasil com o mesmo nível de qualidade; se puder, "fuja" dos relógios de grife que não trazem qualquer informação de procedência; para constar,  possuo relógios mecânicos chineses, que não escondem sua origem, de qualidade muito boa;
  • Qualidade: muita ! Um dos relógios baratos que comprei é Swiss Made, no estilo diver, totalmente feito na Suiça; mas é um relógio "de carregação"; a pulseira de aço é fina, seus elos entortam, possui poucos ajustes e ficou larga no meu pulso; é até bonito, mas deixa transparecer que é barato; insatisfeito com esse, fui atrás de um Seiko Diver, que é absurdamente melhor; mais robusto, pesado, automático, aço de boa qualidade, ajuste perfeito na pulseira.


Como regra geral: procure qualidade; é mais caro ? É ! Mas o relógio irá durar mais, necessitar de menos manutenção, irá chamar a atenção e a gente fica muito mais feliz. Ao invés de 5 relógios fraquinhos, junte o dinheiro e compre um bom, depois outro...

17 de nov de 2010

Revista Pulso Edição 71

Já está nas bancas a edição 71 (Novembro/Dezembro 2010) da Revista Pulso, como sempre com excelentes reportagens e entrevistas.
Como destaques desta edição temos a entrevista com o CEO da Tag Heuer, Jean-Christophe Babin, e uma listagem com 141 opções de relógios para os presentes de Natal (já escolhí o meu).

Como comprar em sites que não enviam para o Brasil ?

Alguns sites vendem apenas para seu mercado local, não tendo a opção de envio de produtos para o Brasil; em outros casos, como Amazon, apenas alguns produtos não podem ser enviados para nós, por restrições dos fabricantes; assim, alguns relógios podem ser enviados e outros não.
Uma alternativa para esta situação, que nos permite aproveitar algumas promoções muito boas, é o uso de um serviço de redirecionamento de pacotes e correspondências. Há várias empresas que oferecem este serviço nos USA, entre elas a Shipito e a Skybox. O Shipito, basicamente, disponibiliza um endereço real na California que pode ser utilizado em praticamente todos os sites de compras, e depois despacha essa encomenda para outro pais, cobrando uma taxa de serviço (que pode ser mensal ou caso-a-caso no valor de US$8.50 por encomenda) mais o valor do frete (USPS, Fedex). Todas as transações são acompanhadas pelo site do serviço e podem ser pagas via Paypal. O tempo de chegada ao destino no Brasil está entre 20 e 30 dias; um único "problema" deste serviço é que a chance do produto ser taxado pela Receita Federal é bastante alta.

1 de nov de 2010

Homenagens ou réplicas ?

Como diz um anúncio no site da Relógios & Relógios: "relógios falsos são para pessoas falsas", e tendo a concordar com isso sem restrições.
Infelizmente é muito fácil encontrar réplicas de praticamente todas as marcas famosas, na internet e em qualquer shopping de importados; são réplicas de todas as qualidades para todos os bolsos - quem compra sabe o que está levando ! Mas há outra categoria de "vendedores" que enganam suas vítimas incautas, oferecendo produtos legítimos a preços apenas um pouco abaixo do valor real, enquanto na verdade entregam produtos piratas, falsos com documentação sem qualquer valor.
Para não correr riscos, o negócio é comprar em lojas autorizadas e procurar sites com boas referências no mercado.

Mas e as "homenagens" ? 


Uma outra categoria de fabricantes e comerciantes oferece modelos de relógios criados em homenagem a modelos famosos (e muito caros); esses relógios muitas vezes são produtos de ótima qualidade, com preço acessível e não podem ser considerados réplicas pois não trazem a marca original nem são entregues com caixa, documentação, etc.


Homenagem é pirataria ? É uma pergunta que apenas advogados especializados poderiam responder; eu me recuso a usar cópias e réplicas; eu teria muita vergonha de ser visto com um réplica; mas com homenagens é diferente, não me sinto um fora da lei. Acredito ainda que as homenagens tem  uma função adicional: servir de test-drive antes da decisão de compra por um modelo muito caro; o usuário pode avaliar o tamanho, as funções, se combina com seu estilo etc.


Original x Homenagem







2 de ago de 2010

Compras no exterior via internet

Como já mencionado em outro post, a compra no exterior normalmente é interessante, mesmo com o pagamento do frete e impostos de importação.
Mas cada caso é um caso... uma compra local tem a segurança do Código de Defesa do Consumidor, certeza de cobertura pela garantia e gera empregos no país. Deve-se levar em consideração quanto risco o comprador está disposto a aceitar - teria coragem de comprar um relógio de milhares de dolares pela internet ? E se for falso ? E se for extraviado ? E se apresentar defeito ?
Um cálculo rápido para estimar o valor total em Reais de um produto é multiplicar o preço + frete em dolares por 3 (três).
Por exemplo: Relógio de US$80 + frete de US$20 = US$100 = R$300. Agora é só comparar com o preço nas lojas brasileiras.

Alguns sites interessantes (sem qualquer tipo de associação com este blog e seus autores; não nos responsabilizamos por qualquer negociação com os mesmos):

Jomashop (loja online que envia para o Brasil)
Jomadeals (afiliada da jomashop, com 1 promoção por dia, não envia para o Brasil)
Onehourwatch (promoções que mudam a cada hora)
Yugster (promoções diárias de relógios e outros produtos)
Shipito (endereço virtual nos USA, para usar com sites que não enviam para o Brasil)

29 de jul de 2010

Complicação - Repetidor

O "repetidor" é uma complicação nos relógios mecânicos criada para permitir o conhecimento da hora atual em um ambiente escuro (muito antes de termos os ponteiros e números que brilham no escuro); ao se pressionar um botão no relógio, o mesmo informa a hora através de indicações sonoras.
Através da combinação dos sons, é possível saber a hora, quarto de hora e minuto exato. Por exemplo (extraído da Wikipedia): 2:49 (duas horas e quarenta e nove minutos): o repetidor irá tocar 2 sons graves indicando 2 horas, 3 tons sequenciais indicando 3 quartos de hora (45 minutos) e 4 tons agudos representando 4 minutos.

No vídeo abaixo, podemos ver e ouvir um IWC Portuguse Minute Repeater:

25 de jul de 2010

Complicação - Turbilhão (tourbillon)

Os relógios contém elementos mecânicos extremamente delicados e a gravidade do nosso planeta pode gerar interferências que afetam a precisão dos mesmos.
Para amenizar o efeito da gravidade, que atinge principalmente os relógios de mesa e pulso que ficam muito tempo na mesma posição vertical, em 1795 foi desenvolvido o "turbilhão" por Abraham-Louis Breguet;  nesta complexa peça, todo o sistema de escapamento do relógio gira, geralmente uma rotação por minuto, de modo que a ação da gravidade seja compensada.
Nos relógios de pulso o efeito da gravidade é muito menor ou inexistente, mas transportar o sistema de turbilhão para os modelos de pulso é  uma prova da capacidade técnica do relojoeiro.
Para maiores informações: http://horologyzone.com/watch/watch-school/tourbillon.html

7 de jul de 2010

Complicação - Calendário Perpétuo (perpetual calendar)

Os mecanismos básicos mostram o dia do mês e às vezes também o dia da semana, mas normalmente requerem o acerto manual na mudança de um mês de 28, 29 ou 30 dias para o mês seguinte.
A complicação "calendário perpétuo" consegue, através de formas totalmente mecânicas, lidar adequamente com as dificuldades do nosso calendário gregoriano, com a duração diferenciada de cada mês e com o anos bissextos; assim um acerto manual somente será poderá ser necessário a cada centena de anos.


6 de jul de 2010

Complicação - Reserva de marcha (reserve de marche, power reserve)

A complicação "reserva de marcha" é um mostrador adicional no relógio que indica a quantidade de "corda" ou "carga" ainda disponível para no mecanismo do relógio; nos relógios manuais utiliza-se a coroa para dar corda e nos automáticos isto é feito pelo simples movimento do relógio.

5 de jul de 2010

As complicações dos relógios

Complicações são as funções adicionais que um relógio pode possuir, adicionalmente às funções básicas de mostrar a hora e data.
As complicações são usadas pelos fabricantes para demonstrar sua capacidade e competência técnica, principalmente quando desenvolvem essas complicações in-house.
As complicações mais comuns são:

1. Reserva de marcha (reserve de marche)
2. Calendário perpétuo
3. Turbilhão (tourbillon)
4. Repetidor (minute repeater)
5. Fases da lua

Nos próximos posts, vamos conhecer em detahes cada uma dessas complicações.

1 de jul de 2010

FAQ sobre relógios mecânicos

Este FAQ (em inglês) possui respostas claras e precisas para dezenas de perguntas sobre os relógios mecânicos: http://www.timezone.com/library/wwatchfaq/wwatchfaq631668591017665598

Computador tem hacker, relógio tem hack

Os relógios mecânicos (à corda ou automáticos) normalmente possuem um sistema que "trava" o ponteiro de segundos quando a coroa é puxada - este sistema é chamado de "hack".
Isto é útil para sincronizações mais precisas do relógio com a hora oficial do local; é complicado acertar um relógio na hora exata (hora, minutos, segundos) quando o ponteiro de segundos continua funcionando.

24 de jun de 2010

Grupos relojoeiros do mundo

Excelente post no forum relogiosmecanicos:


Swatch Group (Switzerland)
Breguet
Blancpain
Glashutte Original
Union Glashutte
Tiffany & Co.*
Jaquet Droz
Leon Hatot
Omega
Longines
Rado
Tissot
ck/Calvin Klein
Balmain
Hamilton
Certina
Mido
Swatch
Flik Flak

Richemont Group (Switzerland)
Cartier
Van Cleef & Arpels
Piaget
A. Lange & Sohne
Vacheron Constantin
Jaeger-LeCoultre
Officine Panerai
IWC Schaffhausen
Roger Dubuis
Baume & Mercier
Montblanc
Dunhill
Ralph Lauren Watch & Jewelry*

LVMH Group (France)
TAG Hauer
Zenith
Hublot
Dior
Fred
Chaumet
Louis Vuitton

Movado Group (USA)
Ebel
Concord
Movado
ESQ Swiss*
Coach*
Hugo Boss*
Juicy Couture*
Tommy Hilfiger*
Lacoste*

Franck Muller Group (Switzerland)
Franck Muller
Martin Braun
Pierre Kunz
European Company Watch
Rodolphe
Barthelay
Backes and STrauss

Bulgari Group (Italy)
Bulgari/Bvlgari
Daniel Roth
Gerald Genta

PPR Group (France)
Gucci
Bedat & Co
Boucheron
Yves Saint Laurent

Fossil Inc. (USA)

Fossil
Relic
Michele
Zodiac
Abacus Wrist Net
Adidas* - James Haury
Burberry*
Diesel*
DKNY*
Michael Kors*
Marc Jacobs*
Emporio Armani*

Timex Group (USA)
Vincent Berard
TX
Timex
Helix**
Guess*
Nautica*
Vercace*
Salvatore Ferragamo*
Valentino*
Marc Ecko* (Including Avirex, a subsidiary of Marc Ecko Enterprises)**
Opex*
Acqua**

Festina Group (Spain)
Perrelet
L. Leroy
Candino
Festina
Lotus
Jaguar*
Calypso*

Seiko Watch Corp. (Japan)

Grand Seiko
Credor
Seiko
Pulsar
Lorus
Alba
J.Springs - aliasrichmond
Orient - bullit 60
Agnes B* - Dr. Robert
Seiko Instruments, Inc - sixtysix

Citizen Group (Japan)
Campanola
Citizen
Q&Q
Accutron
Wittnauer
Bulova
Caravelle
Frank Lloyd Wright*
Harley Davidson*

Binda Group (Italy)
Wyler Geneve
Breil Milano
D&G*
Moschino*
Ducati*
Freestyle
Kenneth Cole*
Tommy Bahama*
Speedo*
Mexx*

Invicta (USA) - chchz
Activa
Poseidon
Poetger-Pietri (Potger-Pietri)
S. Coifman
formerly:
Brizo
Pastorelli

Samsung (Korea) - sixtysix, aliasrichmond
Rudy Project
Burett
Haas & Cie
Ceci
SWC (Samsung Watch Co.)
Triumph
Giordano
formerly?
Kappa
Swiss Force

Egana India Pvt. Ltd. (India?)** also found as :Egana of Switzerland (America) Corp. (USA) - sunnyrt
Esprit
Pierre Cardin
Carrera
Puma
Cerruti 1881
Paolo Gucci - sunnyrt
Field & Stream - sunnyrt
National Geographic - sunnyrt

Victorinox (Switzerland) - Docrwm
Swiss Army
Wenger

MZ Berger (USA) - skoochy
Elgin
Gruen
Waltham
NASCAR*
Hello Kitty*
IZOD*

22 de jun de 2010

Vale a pena comprar no exterior ?

A comparação entre os preços praticados por joalherias no Brasil e nas lojas no exterior é impressionante; um relógio pode custar em nosso país até 7 ou 8 vezes mais do que no exterior. É claro que existem os impostos, taxas, custo de divulgação, assistência técnica local, lucro dos lojistas, mas mesmo assim não dá para ficar conformado.
Esta diferença de preço não é a regra, felizmente; é possível, sim, fazer ótimos negócios por aqui mesmo.
Os mais abastados compram seus relógios finos durante suas viagens ao exterior, mas tem aumentado muito a compra via internet, em sites que entregam direto para o Brasil ou através de mail-forwarders (ex: shipito).
Uma busca nos forum especializados (vide post anterior) é muito recomendável para se obter referências sobre lojas e produtos, já que há uma profusão de "réplicas de qualidade" que enganam até os mais experientes.
As compras via internet estão sempre sujeitas às demoras na alfândega e correios além do recolhimento de impostos (Receita Federal: http://www.receita.fazenda.gov.br/aduana/rts.htm ); ser ou não taxado é questão de sorte. Muita gente tem comprado através do e-bay, recebendo com sucesso produtos enviados principalmente de Hong-Kong, a preços bastante atrativos.
Mais um ponto importante: alguns sites (ex: jomashop) vendem produtos (originais e novos) sem garantia e com isso conseguem baixar o preço; é importante ficar atento. No geral, comprar no exterior compensa sim.

21 de jun de 2010

Chacoalhadores de relógios automáticos - winders

Não entendeu ???

Eu nunca imaginei que isso existisse, mas existe mesmo e todo mundo (menos eu) já conhecia. O relógio automáticos funcionam na base da movimentação do mesmo; quando estão com "carga" ou "corda" máxima, funcionam na "reserva de marcha", normalmente de 24 até 80 horas ou mais sem necessidade de corda, dependendo do modelo do relógio e seu mecanismo; depois disso, param de funcionar e para voltar necessitam de corda manual ou uma "chacoalhada" para o mecanismo automático dar um mínimo de corda no mesmo.


Quem possui vários relógios automáticos e quer sempre ter um ou alguns prontos para uso geralmente utiliza um "winder", aparelho elétrico que chacoalha (gira) o relógio de vez em quando (por exemplo, 30 minutos por dia) para que eles nunca parem de funcionar.


Um modelo para 2 relógios:

Fontes (obrigatórias) de informação

Há dois forum brasileiros que são mandatórios para quem se interessa por relógios; assim como eu, vários outros leitores se lamentaram por não conhecerem esses forum antes de comprarem seus primeiros relógios:

  • Relógios & Relógios: com áreas de discussão geral e áreas específicas para Omega, Rolex e relógios japoneses.
  • Relógios Mecânicos: o nome já diz qual o foco, mas discussão sobre relógios a quartzo são aceitas numa boa.

Relógio não é tudo igual

Há relógios, relógios e relógios....

Quem pensa, como eu pensava,que todos os relógios são iguais, precisa rever seus conceitos. Os relógios são tão diferentes entre sí e alguns usuários defendem suas preferências com todo vigor que até parece briga entre torcidas de futebol.

A divisão básica é:
  • Relógios a quartzo - movidos por uma minúscula bateria, que possui vida útil de 2 a 3 anos
  • Relógios mecânicos
    • Manuais - movidos a corda
    • Automáticos - o movimento do pulso "dá corda" no relógio
Os mais puristas afirmam que os relógios à quartzo são "descartáveis" pois a bateria tem que ser trocada frequentemente; os mecânicos no entanto necessitam de revisões a cada 4 ou 5 anos. Eu particularmente acho os mecânicos mais charmosos e dão mais status, mas os quartzo são mais práticos (não precisamos acertar a hora/data sempre que ficarem alguns dias sem uso na gaveta).

O coração do relógio é seu mecanismo, ou "calibre"; os fabricantes mais importantes estão na Suiça e no Japão, mas a China vem cada vez mais forcendo mecanismos para vários montadores de relógios ao redor do mundo. Os calibres "manufatura" são totalmente produzidos pelo fabricante do relógio, significa que este fabricante detém o conhecimento de ponta-a-ponta e geralmente estão associados a produtos de maior qualidade.

Há empresas que produzem mecanismos da mais alta qualidade utilizados por marcas famosas e de luxo; ETA, Ronda, Miyota são mecanismos muito conhecidos. Como exemplo, meu Tissot utiliza calibre ETA e meu Frederic Constant possui um calibre manufatura, ambos "swiss made".

15 de jun de 2010

O início da paixão

Até pouco tempo atrás (para ser exato, maio de 2010) eu conhecia nada ou muito pouco sobre os relógios e marcação do tempo; aos poucos estou aprendendo e descobrindo um mundo maravilhoso.
Passeando em um shopping, uma joalheria com vários displays de relógios de diversas marcas me chamou a atenção e, apoiado por minha esposa, resolvi comprar meu primeiro relógio "de marca"; Omega, Tissot, Bulova e outras eram marcas conhecidas mas que achava muito distantes do meu padrão de consumo - ledo engano.
Após uma primeira "filtragem" de preços e modelos na vitrine, entramos na joalheria para comprar um Tissot; a vendedora, com a devida reverência a uma marca genuinamente suiça, me apresentou vários modelos e a escolha recaiu sobre um PRC 200, um legítimo Swiss Made, esportivo com cronógrafo.
Também com toda a pompa e circunstância, levei o relógio para casa, lí todo o manual, o catálogo e o livro com a história da Tissot; apresentei o relógio para a família, como se fosse um novo membro da mesma.
Acho que neste momento fui atingido pelo cupido dos relógios; comecei a acompanhar os forum na internet, descobrí meu sonho de consumo (até o momento, um Baume-et-Mercier Riviera) e todo dia aprendo um pouquinho mais; até já comprei mais alguns relógios.
Se tudo der certo e o tempo permitir, vou usar este blog para transmitir minha experiência e o que estou aprendendo.

Marcos